Conheça o processopara retirada de imunobiológicos e vacinas especiais

Clique aqui e saiba mais

Indicação: Pré-exposição

- leucemia linfocítica aguda e tumores sólidos em remissão há pelo menos 12 meses, desde que apresentem >700 linfócitos/mm3, plaquetas > 100.000/mm3 e sem radioterapia;
 
- profissionais de saúde, pessoas e familiares suscetíveis à doença e imunocompetentes que estejam em convívio domiciliar ou hospitalar com pacientes imunodeprimidos;
 
- candidatos a transplante de órgãos, suscetíveis à doença, até pelo menos três semanas antes do ato cirúrgico, desde que não estejam imunodeprimidas;
 
- imunocompetentes suscetíveis à doença e, maiores de um ano de idade, no momento da internação em enfermaria onde haja caso de varicela;
 
- antes da quimioterapia, em protocolos de pesquisa;
 
- nefropatias crônicas;
 
- síndrome nefrótica: crianças com síndrome nefrótica, em uso de baixas doses de corticóide (
 
- doadores de órgãos sólidos e medula óssea;
 
- receptores de transplante de medula óssea: uso restrito, sob a forma de protocolo, para pacientes transplantados há 24 meses ou mais;
 
- pacientes infectados pelo HIV/aids se suscetíveis à varicela e assintomáticos ou oligossintomáticos (categoria A1 e N1);
 
- pacientes com deficiência isolada de imunidade humoral e imunidade celular preservada;
 
- doenças dermatológicas crônicas graves, tais como ictiose, epidermólise bolhosa, psoríase, dermatite atópica grave e outras assemelhadas;
 
- uso crônico de ácido acetil salicílico (suspender uso por seis semanas após a vacinação);
 
- asplenia anatômica ou funcional e doenças relacionadas;
 
- trissomias.
 
Pós-exposição: Pessoas imunocompetentes comunicantes de casos em enfermarias.

Voltar

Imunobiológicos e Vacinas Especiais (Pelotas/RS)

PROTOCOLO PARA SOLICITAÇÃO DE IMUNOBIOLÓGICOS/VACINAS ESPECIAIS DISPONÍVEIS NO CRIE (Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais)
 
Conforme normatização dos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE) e Ministério da Saúde informamos os passos a serem seguidos para a solicitação dos imunobiológicos especiais.
 
1 - Analisar indicação específica de cada vacina/imunobiológicos, conforme consta no “Manual dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais” disponível no site www.saude.gov.br/svs.
 
2 - Encaminhar o cliente/responsável ao Centro de Especialidades (sala de vacinas). Rua Voluntária da Pátria nº. 1.428 - Centro Pelotas - RS, Fone (53) 32221426
Munido de:
    • Solicitação médica, com CID-10 (Classificação Internacional de Doenças) da doença de base, e medicação contínua quando em uso.
    • Cópia de laudos e exames que comprovem a doença de base.
 
3 - O tempo previsto para tramitação do processo é de aproximadamente 60 dias.
 
4 - Avisar o cliente que ao ser avisado da chegada da vacina/imunobiológico, o mesmo terá que comparecer ao Centro de Especialidades dentro do prazo previsto.
 
5 - A dose de vacina recebida é nominal para o paciente que solicitou.
 
6 - Havendo alteração de endereço e/ou telefone favor comunicar a Gerência de Vigilância Epidemiológica no telefone 3284-7722.
 
7 - Atenção: Acrescentar a Carga Viral da mãe/pai aos pedidos de Salk.

 

 

Carregando...